Equipe especializada com guias experientes.

Deserto dourado 8 dias.

Deserto dourado 8 dias

Dia 1: Casablanca.

Chegada no aeroporto e traslado ao hotel..

Dia 2: Casablanca – Meknes – Volubilis – Fès.

Café da manhã no hotel.

De manhã nosso tour marroquino é explorar Casablanca em seus melhores locais culturais e especialmente. à Mesquita de Hassan II.

Almoço.

A tarde seguiremos viagem para Meknes, antiga cidade Imperial. Nosso tour privado de Ano Novo de 8 dias e 7 noites continua por Romain Ruins of Volubilis com visita guiada com guia local.

O caminho segue para Fès, onde vamos passar a noite em Riad ou hotel.

Café da manhã incluído.

Dia 3: Exploração na cidade Fès com visita guiada.

Café da manhã.

Nosso roteiro continua com uma visita guiada em Fès, onde faremos uma caminhada a pé pela Medina para melhor explorar tudo o que o local oferece.

Almoço na Medina.

Fès é a cidade Imperial mais antiga de Marrocos, fundada por Idriss II, Fès também é o centro da cultura árabe-muçulmana.

Visita a Mesquita dos Andaluces, curtumes, Medersas e também visitaremos a parte nova da cidade.

Noite no hotel ou riad com café da manhã.

Dia 4: Fez – Ifrane – Midelt – Erfoud – Rissani – Deserto de Merzouga.

Café da manhã no hotel. 

De manhã o caminho segue em direção a Merzouga passando pela cidade de Ifrane, conhecida como “a Suíça de Marrocos”.

Almoço no caminho.Continuamos para Midelt, pelo vale de Ziz, Rissani e a cidade de Erfoud, muito famosa por seus produtos fósselizados.

A noitinha chegaremos em Merzouga com hotel já reservado com jantar e café da manhã.

Noite no hotel em Merzouga com café da manhã e jantar,

Dia 5: Deserto de Merzouga.

Café da manhã.

Nesse dia vamos explorar a área do deserto de Merzouga visitando a aldeia de Khamilia, famosa por seus músicos.

Almoço na casa de uma família nômada que vive no deserto.

A tarde vamos nos preparar para  uma grande aventura, a viagem de camelo pelas  dunas, iremos explorar uma área conhecida como Erg Chebbi com suas enormes montanhas de areia dourada.

Esse caminho nos leva a um acampamento em um oásis em meio as dunas de areia do deserto. A noite desfrutaremos de um jantar tradicional berbere ao calor de uma fogueira, ouviremos músicas e vamos passar esta noite em um acampamento devidamente preparado para hospedar turistas do mundo inteiro.

Noite em acampamento.

Dia 6: Deserto de Merzouga – Gorges de Todra – Dades.

No início da manhã, nosso guia os levará para ver o nascer do sol no alto das dunas do deserto de Merzouga.

Café da manhã no acampamento.A seguir montamos em nossos  camelos e voltamos para o hotel para um banho  e resgatar as bagagens deixadas anteriormente no hotel em segurança.

Tudo ok iniciamos nosso tour com destino a Casablanca, passando por Rissani com visita aos famosos Mercados da cidade.

Seguimos pelo caminho de Tinghir e Gargantas deTodra, o desfiladeiro mais alto e estreito de Marrocos, nele podemos caminhar por dentro do Vale e apreciar as maravilhas que o lugar oferece.

Almoço no desfiladeiro.

A tarde seguimos para o Vale de Dades, onde poderemos visitar castelos de areia e também as formações rochosas chamadas “dedos de macaco”.

Noite em hotel em Dades Gorges com  jantar e café da manhã.

Dia 7: Dades Gorges – Ouarzazatte – Ait Ben Haddou – Marrakech.

Café da manhã no hotel.

De manhã iniciamos caminho para Ouarzazate passando pela estrada dos mil Kasbahs, visita no Kalaat Mgouna, que é o centro do vale de rosas, onde podemos visitar a cooperativa local de rosas.

Almoço no caminho.A tarde seguimos caminho com uma visita ao Kasbah  Ait Ben Haddou, esse  kasbah foi construída por Hami El Glaoui no século XIX.

Vamos seguir o caminho das montanhas chegando ao seu pico chamado Tizi n’Tichka com 2260 metros de altura em pleno Alto Atlas.

Chegada em  Marrakech a noite.

Noite em hotel ou Riad.  

Dia 8: Marrakech.

Dia livre e traslado para o aeroporto.  

– Incluídos

– Transporte em  veiculo 4X4 com motorista.

– Guia e tradutor, inglês, português ou espanhol.

– Alojamento com meia pensão.

– Transferências para aeroportos.

– Passeio de dromedário.  

– Não incluídos:

– As refeições do meio dia.

– Bebidas.

– Entradas em monumentos.

– Passagens aéreas.

Aventura com quadriciclos nas dunas do deserto em Merzouga.

Marrakech a cidade mais badalada de Marrocos.

Marrakech, no Marrocos, fica num oásis entre a cadeia de montanha Atlas, o deserto do Saara e próxima ao mar Mediterrâneo. Também conhecida como Marraquexe, é a quarta maior cidade do Marrocos (atrás de Casablanca, Fez e Tânger) e também uma das quatro cidades imperiais do país, junto com Fez, Mequinez e Rabat – essa última a atual capital do Marrocos.

Por estar localizada num oásis, Marrakech tem bastante água. Até o final do século 19, antes da dominação francesa, a cidade tinha 70 metros quadrados de jardins por pessoa. E não se espante de ver muitas árvores frutíferas. A árvore de laranja amarga é considerada símbolo da cidade.

Marrakech também é chamada de “cidade vermelha”, porque todos os prédios por lá têm a mesma cor terrosa. Além disso, você não encontrará arranha-céus.

PRICIPAIS ATRAÇÕES.

*Praça Jemaa el-Fna.

*A Medina de Marrakech.

*Mesquita Cutubia ou Koutoubia.

*Palácio da Bahia.

*Madraça Ben Youssef.

*Palácio El Badi

*Jardim Majorelle.

DESERTO DO SAARA - DUNAS DE ERG CHEBBI.

Uma visita a Marrocos não fica completa sem ir às famosas dunas de areia que todos conhecemos dos filmes. Falo das dunas de Erg Chebbi, situadas no sudoeste do país, perto da cidade de Merzouga, quase junto à fronteira com a Argélia.

A palavra Erg significa um conjunto de dunas e as de Chebbi têm cerca de 5 Km de largura, 22 Km de comprimento e uma altura que chega aos 150m. Não é fácil ter a percepção do que são 150m de altura de areia solta, a não ser quando lá estamos e enterramos os pés, a subir e descer aquela imensidão de grãos finíssimos.

Mas as dunas de Erg Chebbi são muito mais que simples montes de areia. São um misto de sensações, texturas, formas e cores que se modificam a cada minuto como que por magia. A cor da areia é o que mais impressiona. Dependendo da hora do dia, a areia muda de cor passando pelos amarelos, laranjas, rosas, dourados, castanhos e até preto. As texturas e a forma das dunas mudam ao sabor do vento, como se um escultor estivesse permanentemente a criar novas obras de arte. E as pegadas deixadas nas dunas, desaparecem como se aquela areia nunca tivessem pisado.